19 janeiro, 2007

Metallica - Ride The Lightning (em CD de ouro, 24 quilates)


Metallica Ride The Lightning em CD de ouro 24 quilates, versão gravadora DCC. Vamos comprar correndo, certo, pois a qualidade deve ser muito boa.
A US$ 54,00 dólares a unidade!!!

Ou então, pode ser entendido como, "vamos enganar consumidores, pois eles estão tão viciados na corrida tecnológica, onde um bit ou um MHz causam inveja em outras pessoas, que nem vão sacar que é tudo a mesma coisa".

Provavelmente você será apedrejado por um audiófilo se disser isso de um disco lançado pela gravadora DCC, um estúdio norte-americano especializado em relançamentos de bandas geralmente consideradas "clássicas".
Ao analisarmos por partes, veremos que tudo se resume ao tipo de seção de gravação utilizada e a equalização, não as propriedades mágicas dos CDs de ouro.

A coisa toda se desenvolveu no começo da década de 90. Algumas empresas que realizavam confecção e prensagem de CDs (que é um serviço terceirizado), utilizaram solventes muito fortes no rótulo que recobria o disco, onde era escrito o nome do artista e a trilha sonora. Como resultado, esses solventes corroiam a película de policarbonato e deixavam oxigênio entrar em contato com a película de metal (geralmente platina, alumínio ou ouro), oxidando e destruindo a camada de gravação.

Foi por esta razão que na época se disse que os CDs durariam somente dez anos, ao contrário dos 300 estimados pela indústria.
Logo após isso, veio a onda dos discos de ouro.

Um CD é gravado quando um feixe de luz é emitido e marca uma determinada área do disco. Como resultado, temos áreas escuras e claras (pits e lanes), que formam os bits do CD. Esta luz é emitida por um diodo laser, que em CDs de música é do comprimento infravermelho, e um foto-diodo é utilizado para ler as informações.
Bom, os CDs de ouro ganharam reputação por terem excelente reflexão e gravação. Porém, a platina é mais reflexiva ainda que o ouro, e é esta a razão da indústria utilizá-la, além - claro! -,de sua produção ser barateada.
Quanto mais reflexão tem um disco, mais rápido ele pode ser gravado e melhor será lido.

Se alguém ainda duvidar disso, se pergunte qual dos dois materiais, ouro ou platina (prata), era utilizado pelas mulheres para servir de espelho na antiguidade.

Por fim, temos a gravadora DCC Compact Classics, uma subsidiária da Sony Music, divisão de produtos especiais.
E o problema está aí.

Veja bem, um CD gravado por esta gravadora, utilizando mídias de ouro, tem a reputação de ser o melhor CD do mundo. O ponto é que a tal "mágica", nada mais é do que a remasterização das master tapes ou das session tapes. A session tape, como o próprio nome já diz, é a gravação original sem estar editada, com toda a conversa dos músicos, testes de instrumentos, etc. A master tape, por outro lado, é uma cópia da session tape, com toda a conversa e ruído de fundo retirado da gravação. É esta cópia que será utilizada para se prensar CDs (e antigamente, LPs).

Porém, como a session tape é a gravação original de uma música, ela tem qualidade melhor do que a master, pois não é uma cópia.
Para quem não conhece, ou não se lembra, até o começo dos anos 90, as gravações utilizavam meios magnéticos para serem guardadas, ao contrário do que é feito atualmente, onde a gravação já é guardada diretamente no meio digital. Como todos sabem, a gravação por meio digital não se degrada com o tempo, ao contrário da magnética, onde ocorre a degradação natural da fita utilizada.

O que muda em um CD de ouro da DCC nada mais é do que a equalização ou a fita original utilizada (master ou session). As exceções que existem nestes casos, são resultados da utilização da session tape e de quão habilidoso é o engenheiro de som.
Seria perfeitamente possível gravar isso em um CD de platina e lançá-lo.
Mas aí, como cobrar mais por isso? ;-)

A birra nem é se o disco é de ouro ou não, mas sim por isso, impresso na contra-capa do CD:
click to zoom
Our 24k Gold discs reproduce the ultimate sound of a classic recorded performance without the digital harshness and irregular plated surfaces of standard aluminum discs. Only the original two-track master tape is used for the digital transfer, and is played back on a specially reconstructed tube reproducer. Without any further sonic manipulation, the master is shipped directly to the manufacturing plant for etching onto the glass surface by laser.
Nossos Discos de Ouro de 24 quilates reproduzirão o fantástico som gravado, sem os danos e irregularidades presentes nos discos de alumínio.

Isso é piada, certo? E sem manipulação sonora? Claro, como não! E meu nome é Bruce Wayne... :S

Mas sabem como é, o ouro é mais bonito, o que custa caro é melhor, a grama do vizinho é mais verde e por aí vai.
Vai fundo, pode comprar...mané!

Em todo caso, aí vai ele, em 320 Kbps

Metallica - Ride The Lightning (DCC 24K Gold Remaster)



1. Fight Fire With Fire 04:44
2. Ride The Lightning 06:36
3. For Whom The Bell Tolls 05:06
4. Fade To Black 06:53
5. Trapped Under Ice 04:02
6. Escape 04:22
7. Creeping Death 06:36
8. The Call Of Ktulu 08:55

Download

7 comentários:

lopux disse...

and what's about the link/thanks to the original post of ripping's author - http://anvil.nnm.ru/metallica_ride_the_lightning_dcc_24k_gold_remaster/, ah? haga lo, amigo.

Anônimo disse...

Só uma correção, Prata e Platina não são a mesma coisa, Platina é mais cara que prata.

Prata: Número atômico 47

Platina: Número atômico 78

Marconi "Pacman" Costa disse...

uhauhauhauhauhauhauha

pode crer, cara!!! tô contigo e num abro!!!

parabéns pela anarquia e pela iniciativa! togostando do seu blog! o visito diariamente a mais de...



...3 dias!

falows e até mais!

Mestre Splinter disse...

Grande esclarecimento, seu Hazzamanazz! De qüalquer maneira, este álbum é um dos melhores de todos os tempos, esteja ele gravado na merda que for!

É meu disco de cabeceira, o primeiro a levar pra ilha deserta, junto aos livros do Pöe e a coleção da Espada Selvagem de Conan.

Barbarian disse...

AHHAAHHAHA

Esse álbum é grande até gravado em papel de embrulho! Mesmo naquela cópia pirataça da Woodstock em vinil vagabundo, que eu não vendo nem debaixo de porrada, hahaah!!Valeu pq minha mp3 tava em baixa. Agradeça o Anvil Bifford também!! :)

hazzamanazz disse...

Pô, o NoNaMe inteiro tem de ser agradecido por esse play.

O Anvil é somente um dos bons uploaders de lá, tem muita gente boa!

http://nnm.ru/music

Mas existem várias seções, dêem uma olhada.
Em russo... :P

Defensor, O Maldito disse...

Subscrevo o que o Barbarian escreveu!!!! A cópia da wodd eu tb tinha!!!! e era melhor qwue a que foi lançada original depois!