06 junho, 2007

Frank Zappa

Eu fico imaginando o que "Francesco Zappa" falaria de seu país, se ainda estivesse vivo.
No mínimo seria preso em Guantánamo, acusado de traição a nação ou colaborar com o inimigo, pois se David Letterman já detona forte com Bush, imagine o que uma inteligência do quilate de Zappa faria.

Ele dizia que nós somos mesmo é uma cambada de burros, pois você não necessita de regulamentações para viver, apenas deixar viver.
E que a escola emburrece!
Diante do que o RJ está fazendo, com a aprovação automática de alunos, como questionar isso (e nem vamos entrar nas particulares, pois daí a coisa pega mesmo)? :P

Esses dois álbuns de 72 - sim, Zappa lançava dois, três álbuns por ano, de tão inquieto que era - são de sua fase mais jazzística, onde ele viaja forte em um jazz/fusion de arrepiar.
O Waka/Jawaka é derivado direto do Hot Rats, enquanto que o Grand Wazoo é o epítome do que ele considerava música, um álbum de arrepiar, com intrincados arranjos e nada fácil de se escutar, mesmo para quem gosta de jazz a longa data.

Interessante é que eu nunca fui muito ligado em Beatles e Rolling Stones e se considerarmos a data de lançamento dos primeiros álbuns e singles destes, 63/64, Zappa não fica muito longe de também receber o título de inventor do rock no-meanstream moderno (zappa sempre foi difícil de se definir :D ), já que seu primeiro álbum - Freak Out!, que é bom de doer - é de 66.

E tudo em 320Kbps.

And if a million more agree
There ain't no Great Society
As it applies to you and me
Our country isn't free
And the law refuses to see

Waka/Jawaka (1972)


1. Big Swifty (17:23)
2. Your Mouth (3:12)
3. It Just Might Be a One-Shot Deal (4:16)
4. Waka/Jawaka (11:18)


Download (Axifile)
Download (Megaupload)


The Grand Wazoo (1972)


1. The Grand Wazoo. 13:19
2. For Calvin (And His Next Two Hitch-Hikers). 6:06
3. Cletus Awreetus-Awrightus. 2:57
4. Eat That Question. 6:42
5. Blessed Relief. 7:59

Download (RS)

4 comentários:

Michel disse...

Bom, a Câmara Municipal derrubou o fim da reprovação no Rio de Janeura. E, ufa, é um decreto legislativo auto-aplicável. Agora só na justiça.

Ainda há uma luz no fim do túnel - mas pode ser um trem em sentido contrário.

tina oiticica harris disse...

O Zappa era mesmo o máximo. Legalzinho o post.

Quanto a reprovar aluno, o que adianta é haver turnos mais longos, menos alunos/sala,professores com disposição. Reprovar não dá em nada.

neide disse...

Nossa Hazza, valeu muitíssimo!!!!

Não tinha nenhum desses dois, também amo o Zappa (já postei alguns trabalhos dele no Lágrima).

Obrigado!! Parabéns pelo seu ótimo blog!!

neide disse...

Acabei de baixar o Waka Jawaka, maravilhoso, bem que o Nicola da antiga Opus discos tinha indicado este na época... só não peguei porque o dinheiro só dava pra comprar dois (levei o Zappa in New York e o Ahead of their Time, já postei os dois no Lágrima)...

Mais uma vez, muito obrigada!!