28 dezembro, 2006

Capas Duvidosas?

No tempo do LP (Long Play, para a molecada de hoje), o grande barato de um disco era também a sua capa. Muitos grupos e artistas ficaram mais conhecidos pela capa do álbum, do que pela música propriamente dita (o álbum Lótus, do Santana, é um exemplo, já que ele ficou eras fora de catálogo e só recentemente voltou a ser lançado por aqui. Mas pergunte a qualquer um sobre sua capa...).

Lembro que quando o Iron lançava um álbum, o grande barato era procurar pelo símbolo do artista (erroneamente tributado a banda), que sempre era posto neles pelo artista Derek Riggs. O álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles - e a tirada de sarro de Frank Zappa, We're Only in it for the Money -, geravam infindáveis discussões sobre o significado das imagens e quais as figuras que a capa representava.

Com o CD, isso acabou. Ah sim, quem é criativo sempre arruma formas de burlar o tamanho diminuto do CD, como o já citado Iron Maiden, que coloca verdadeiros posters dentro do CD, as vezes (como na dupla A Real Live One/A Real Dead One), e o Nirvana, com a genial capa de Nevermind, mas o saldo geral é de que ouve uma perda grande no que é possível de fazer.

Mas certas coisas não mudam, definitavemente.
Ou alguém duvida da mensagem da capa abaixo?



Melhor ainda, que tal os Scorpions reduzindo a mulher a um animal que gosta de fazer vocês sabem o que...;-)



Mas a mais fodona, em minha opinião, ainda é a capa original do álbum Virgin Killer (que saiu com outra capa nos EUA, mas original por aqui, em plena época da ditadura! Vai entender). Ou como diz a molecada, "do manto essa capa"... :)



Fico tentando imaginar uma capa dessas saindo hoje em dia. Outros tempos pessoal, outros tempos...

Para quem quiser conhecer outras aberrações artísticas, é só visitar o Museu das Capas Ruins (mas eu não acho a capa acima ruim, para quem quiser saber :P).

Um comentário:

Mestre Splinter disse...

P'rá mim, e muitos señores do meu tempo, um grande barato ainda é examinar a capa do Powerslave procurando os ''hieróglifos'' ocultos do Derek Riggs...A cara do Mickey Mouse na pirâmide, ou um esperto ''Indiana Jones was here''...Iron aida é também a melhor banda de se ESCUTAR em vinil, não me pergunte por que, mas é mil milhões de vezes melhor! Aqule baixo do Steve Harris parece que 'tá tocando lá dentro do teu peito!