05 maio, 2007

Dura Lex, Sed Lex



"Que teríamos feito sem os juristas alemães? Desde 1923, percorri, na legalidade e lealmente, a longa via que leva ao poder. Coberto juridicamente, eleito de forma democrática. Mas o futuro teria de se realizar. Foi o incorruptível jurista germânico, o honesto, o cheio de consciência, o escrupuloso universitário e cidadão, que acabou o trabalho de me legalizar, fazendo a triagem de minhas idéias. Ele criou para mim uma lei segundo o meu gosto e a ela me ative. Suas leis fundaram minhas ações no Direito"
(Adolph Hitler, saudando o jurista alemão Karl Schmidt)

Um comentário:

alfred disse...

Havia outros juristas que ajudaram muito o nazismo, como Eugen Dühring, antes mesmo do Karl Schimdt. Isso pra ver como o nazismo não foi um acidente... o povo lá, de maneira geral, queria de fato legitimar o ódio e a violência.